October 11, 2007

Longe

Estás cada vez mais longe no tempo, mas não te afastas de mim, nem um milímetro, nestes dias cinzentos, sem cor, ruidosos e sem som, sem ar, sem tudo, só comigo. Quanto tempo mais? Até alguém pegar em mim como tu pegaste. E eu não saí mais de ti, nem tu de mim. Sabes isso? Sentes isso? Lembras-te disso?

3 comments:

Cofre said...

So para dizer que te linquei... Alguma coisa contra é favor comunicar à origem! Bom Blog!

Mia said...

Nada contra ;)

Cofre said...

Foi a teia do acaso... As vezes não se chega a lado nenhum, outras vezes encontramos a aranha no meio.lol!
mero acaso